As lendas catarinenses conquistam o público da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Quem conhece um pouco das histórias sobre as bruxas que moram na Costa da Lagoa, em Florianópolis, certamente ficou satisfeito vendo antigas lendas, se transformarem em filme. Mas, o melhor é ver pessoas na 34 Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, e que terminou neste último final de semana, e que nunca colocaram o pé no lado leste da Lagoa da Conceição, sair da sessão que exibiu o longa-metragem catarinense A Antropóloga, de Zeca Pires, com o fôlego ainda preso, sob o manto do mistério que cobre as histórias de bruxas, que dizem existir na ilha de Santa Catarina. Levando em conta que a Mostra Internacional é uma referência no mundo do cinema, por ser um centro de manifestação e informação cultural, que produz opiniões e provoca discussões sobre os rumos da industria cinematográfica em várias partes do mundo, pode-se dizer que o longa catarinense A ANTROPÓLOGA, de Zeca Pires selecionado na categoria ‘Novos Diretores’, já colocou em evidencia e agora, agrega prestígio para a cinematografia catarinense. Ainda sem data de estreia, o filme foi ambientado em 90%, na Costa da Lagoa, aonde se chega somente pela água ou ar, o filme junta ficção com depoimentos espontâneos, captados pela atriz Jackie Sperandio garantindo um toque documental e muito verdadeiro, sem interferir na naturalidade da dramaturgia estabelecida no argumento de Tabajaras Ruas, muito pelo contrário, está tudo bem ajustado à trama provocando com um grande toque de suspense sobre o que é verdade ou apenas ficção. O longa-metragem garantiu uma fidelidade maior às crenças que ainda são contadas pelos moradores da Costa da Lagoa, pelas mãos do diretor Zeca Pires, que também é diretor de cinema do DAC, Departamento Artística Cultural  da UFSC, tanto pelo seu sempre exposto interesse pela cultura açoriana da ilha, quanto pela afinidade e paixão que possui pelo tema, já registradas em várias de suas outras obras, como o documentário “Farra do Boi”(1991);  “Festa do Divino, Tradição de Fé” (1998); “Ilha” (2001)

As impressões: A escolha feita pelo júri para concorrer na 34 Edição da Mostra Internacional de Cinema, formado por nomes como do diretor britânico Alan Parker, o crítico italiano Carlo Di Carlo, o Frances Michel Ciment e outros, já soma experiências gratificantes para o elenco e toda a equipe. Jackie Sperandio que também esteve presente no primeiro dia da exibição do filme na Mostra e que interpreta a bruxa-mãe, da sétima filha nascida mulher que está com ‘empressamento’ maléfico, se emocionou ao vê-lo exibido pela primeira vez. Como catarinense e atriz, Jackie registrou bem a reação do publico presente, que segundo ela, se comoveu, se envolveu e se surpreendeu com todo o desenrolar da trama. Inclusive, durante o debate realizado na Mostra sobre o filme catarinense, pode perceber alguns comentários emocionados e curiosos de algumas pessoas interessadas e intrigadas com as benzeduras e rezas feitas na ilha de Santa Catarina. Para que o cinema catarinense e a cultura de uma modo geral alcance outros lugares e pessoas expressivas do meio, Zeca entregou pessoalmente, nas mãos do cineasta alemão Wim Wenders, o DVD com o teaser do filme A Antropóloga.

O próximo filme: Zeca Pires, além de ter tido a honra de conhecer de perto o cineasta alemão, Win Wenders e a sra. Teruyo Nogami, outra personalidade do cinema mundial Zeca entregou para eles e também para Leon Cakoff, DVDs do “Curtas Zeca Pires” e o “Reggae da Tainha”, ainda percorreu as ‘paralelas’ do evento passando pela mostra comemorativa do centenário de Akira Kurosawa, no Instituto Tomie Ohtake, pela exposição “Equilíbrio”, onde segundo ele, “não há lugar para o tempo” e pelo Salão do Automóvel. Assistiu, é claro, muitos filmes. O Olho Invisível, de Diego Lerman produção argentina, França e Espanha, uma produção sensível sobre a época da ditadura militar; Distantes Juntos, de Wa Ng Quanan, uma produção chinesa, de rara sensibilidade. E, no Cine Livraria Cultura, ‘Uma Carta para Elia’, e por fim, um Documentário de Martin Scorsese para Elia Kazan, de um monstro p/outro, segundo Zeca, genial! Com tantos lugares e roteiros agora conhecidos, Zeca Pires já anuncia que vai rodar seu próximo longa-metragem na praia do Campeche, também em Florianópolis, e deixa os detalhes para mais à frente.

O bom começo já anuncia o que está por vir: Cinema lotado e muitos aplausos por parte do público que estava nas sessões durante a 34 Mostra Internacional de Cinema de São Paulo deram a certeza de que o longa-metragem A ANTROPÖLOGA, de Zeca Pires, deverá ser um divisor de águas na cinematografia catarinense. Além da escolha da estória sobre esta ‘forte`cultura açoriana, dos benzimentos e da fé, que resiste ao tempo, o filme desconstruiu a imagem de que a ilha é famosa somente por causa da beleza natural. Deixou de lado esse chamado ‘glamour paradisíaco’ para dar lugar a uma espetacular fotografia da Mata Atlântica feita pelo diretor, Charles Cesconetto, que dá maior ênfase à mistura de sombras negras das noites enluaradas com a luz do sol e belíssimos reflexos naturais, que só quem passou pela ilha, conhece ou ouviu falar. A Antropóloga vem acima de tudo mostrar um ‘outro olhar’ sobre a ilha de Santa Catarina, e por que não dizer, dar um impulso renovador para a cultura da cinematografia catarinense.
(Texto: Beth Bieging – Assessora de imprensa do A ANTROPÓLOGA)

Sobre antropologaofilme

MUNDO IMAGINÁRIO Produções Cinematográficas Apresenta A ANTROPÓLOGA de Zeca Nunes Pires Em breve nos cinemas Distribuição IMAGEM FILMES
Esse post foi publicado em Cinema e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s