EM ABRIL, SANTA CATARINA CONHECERÁ OS SEGREDOS DAS BRUXAS QUE VIVEM NA ILHA DE SANTA CATARINA

Foto: Flávio Lúcio

Produção - Foto: Flávio Lúcio

Definida a data, pela Imagem Filmes/SP,
o mês de abril, dia oito (29/04) próximo, para a estréia do filme A Antropóloga (2010, 90’), do cineasta catarinense Zeca Pires, produção da Mundo Imaginário Produções Cinematográficas.

O filme estará nas telas dos Shoppings Iguatemi, Floripa, em Florianópolis e no Shopping Itaguaçú, em São José , levando o público para o mundo misterioso das lendas da ilha de Santa Catarina, entre cenários de experiências emocionantes, que unem humanos e espíritos em ambientes de intensa magia.

O filme foi gravado durante 45 dias, em 2006, quase que inteiramente na Costa da Lagoa, parte leste de Florianópolis, onde até hoje só é possível chegar de barco ou por trilhas dentro da mata nativa o que colabora para aumentar o clima de mistério da região.

Foi nesse universo sobrenatural que o cineasta Zeca Pires reuniu com as estórias que sobrevivem até os dias de hoje, sobre  à obra do artista e pesquisador, também catarinense, Frankling Cascaes referenciada no filme, a partir do argumento de Tabajaras Ruas e roteiro de Tânia Lamarca e Sandra Nebelung conduzindo durante toda a trama um envolvente clima de suspense.

A história baseia-se na história da antropóloga Malu (Larissa Bracher), que vive nos Açores, em Portugal e que vem ao Brasil, para a Costa da Lagoa pesquisar a utilziação de ervas na medicina alternativa. Envolve-se com o drama do médico Adriano (Luige Cútulo) e sua filha Carolina (Rafaela Rocha de Barcelos), de 9 anos, que tem câncer cerebral em fase adiantada. Desenganada pela medicina convencional o pai permite que a filha seja tratada pela benzedeira local Dona Ritinha (Sandra Ouriques), que afirma tratar-se de um “emprensamento”, uma maléfica influência de uma bruxa poderosa. Aos poucos, assustada e num intenso conflito, Malu se percebe deixando de lado a postura de pesquisadora e mergulhando na feitiçaria para tentar salvar a menina.

O filme também tem seu lado de humor quando chegam à Costa três adolescentes góticos que desejam ser ‘bruxos’, mas que descobrem outros mistérios além desse dom.

De forma inédita, Zeca Pires trabalhou com alguns nativos, conhecedores das lendas juntando-os com personagens como o pescador Pedro( Eduardo Bolina), que também carrega a sina de estar enfeitiçado, mas, que conhece profundamente os mistérios da mágica lua cheia que nasce por aqueles lados da ilha de Santa Catarina.

Muitas surpresas e ações esperam pelo público amante do cinema  antes da estréia marcada para abril, não só aqui nas Redes Sociais, do Longa A Antropóloga, como em alguns locais da cidade de Florianópolis.

http://www.aantropologa.com.br
http://twitter.com/aantropologa
http://www.youtube.com/user/antropologaofilme
http://picasaweb.google.com.br/antropologaofilme
http://www.facebook.com/antropologaofilme

Sobre antropologaofilme

MUNDO IMAGINÁRIO Produções Cinematográficas Apresenta A ANTROPÓLOGA de Zeca Nunes Pires Em breve nos cinemas Distribuição IMAGEM FILMES
Esse post foi publicado em Cinema e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s